DIVERSOS PLANO DE AULA

Postagens populares

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

PROJETO: CRIANDO TEXTURA

Faixa Etaria: Educação Infantil


 
A Arte se apresenta no cotidiano infantil na forma de expressão da sua visão de mundo, sua representação da realidade surge quando a criança rabisca ou desenha no papel, na areia, na terra, na água; neste momento, ela está utilizando a linguagem da arte para expressar-se. Esses trabalhos de expressão não são apenas impressões que a criança deixa sobre o suporte, mas explicitam o seu desenvolvimento intelectual, emocional e perceptivo. Para Lowenfeld, “este período da vida é extremamente importante para o desenvolvimento de atitudes sobre o próprio eu e para o estabelecimento da noção de que o mundo é um ligar empolgante e aprazível para se viver.”

A presença da Arte na educação infantil apresenta um descompasso entre a produção teórica existente e a prática pedagógica adotada por grande parte dos educadores, para os quais as atividades desenvolvidas nas aulas de arte são tidas como um passatempo, como um enfeite para as datas comemorativas, sem significação para a criança, “por muitas vezes os adultos não considerarem que a criança tem competência para elaborar um produto adequado.” Consideramos fundamental que o professor que atua na educação Infantil, compreenda como se dá o processo de criação nas crianças e suas fases de desenvolvimento criador, para que possa propiciar a oportunidade à criança de crescer por meio de suas experiências artística. Diante desta perspectiva, esta oficina apresenta a Arte na Educação Infantil como uma linguagem que tem estrutura e características próprias que possibilita à criança, no processo de criação, reformular suas ideias e construir novos conhecimentos em situações onde a imaginação, a ação, a sensibilidade, a percepção, o pensamento e a cognição são reativados. Serão desenvolvidas atividades teóricas práticas que visam trabalhar o desenvolvimento da imaginação criadora, da expressão, da sensibilidade e da capacidade estética das crianças, buscando uma maior conscientização por parte dos educadores acerca do processo de criação em arte na Educação Infantil.

Justificativa: Nos primeiros anos de vida, as crianças estão imersas no universo de imagens. Começam a perceber que podem agir sobre papeis ou telas provocando mudanças. O projeto parte do principio que através da exploração de diferentes materiais os pequenos ampliam a capacidade de expressão e o conhecimento do mundo.

Objetivos: Trabalhar a motricidade fina e grossa.

Explorar diferentes materiais.

Estimular a percepção.

Despertar a apreciação por obra de artes.

Estratégias:

As professoras semanalmente irão propor diferentes atividades tais como:

ü  Pintura com esponja.
ü  Impressão das partes do corpo (pé, mão, cotovelo e joelho)
ü  Pintura com rolinhos pinceis e cotonete, palito de sorvete, escova de dente.
ü  Impressão de carimbo com legumes.
ü  Molde vazado.
ü  Pegadas com texturas.
ü  Massinha de modelar caseira.
ü  Pintura com folhagem, radiografia, plástico bolha, lixa e etc.
ü  Apresentação de alguns autores e a releitura de obras de artes.
ü  Criação de diversas com a mistura de tintas.
ü  Criação de pintura assoprando com o canudinho de refrigerante na folha de sulfit.

Habilidades Contempladas

Artes:

ü  Manipular materiais como lápis e pinceis de diferentes texturas e espessuras, brochas, carvão e, carimbo, etc.
ü  Manipular diferentes meios como: tinta, água, areia, terra, argila, etc.
ü  Manipular diferentes suportes gráficos, como: jornal, papel, papelão, parede, chão, caixas, etc.
ü  Observar experimentar transformações (tintas e massas) utilizando elementos da natureza (folhas, sementes, etc.) com a ajuda do educador.
ü  Fazer uso de um mesmo recurso e diferentes situações exemplo: tentas sopradas em canudo ou esponja com carimbo.
ü  Criar desenhos pinturas colagem modelagem a partir do seu próprio repertorio e da utilização dos elementos da linguagem das artes visuais ponto, linha, forma, etc.

Natureza e sociedade:

ü  Reconhecer e nomear as partes do corpo por meio de uso e da exploração de suas habilidades físicas motoras e perceptivas.

ü  Organizar e produzir ordenadamente etapas de uma instrução (receitas, regras) com apoio do professor.
 

Avaliação: No decorrer das atividades, será observado o desenvolvimento psicomotor, percepção visual, auditiva, tanto como a interação e a socialização dos alunos.